Seja um modelo para o seu discípulo


Todo cristão autêntico sonha em ser usado por Deus. Ele quer se abastecer na presença manifesta de Deus. Ele quer desfrutar das bênçãos prometidas na Palavra. Mas se ele realmente for convertido, ele vai querer ser um instrumento nas mãos de Deus!
O cristão autêntico quer ser um canal através do qual Deus vai poder salvar e transformar muitas vidas! Ele se coloca à disposição de Deus para ser usado por Deus para abençoar e cuidar de muitos outros. Ele entende que a Grande Comissão não é “procurai um discipulador…”. Se fosse assim, o foco estaria invertido, com a ênfase no receber, em buscar atenção e cuidado para si mesmo. Pelo contrário, a ênfase da Grande Comissão é “ide e fazei discípulos”, com o foco coreto em amar, cuidar e edificar os que se aproximam de Cristo e do evangelho.
Existem cristãos tristes, derrotados, cristãos egoístas, crentes carentes e com tendência à dependência. É o famoso “crente Mar Morto”. Esse tipo de cristão assemelha-se ao Mar Morte, que fica no sul de Israel. Este mar é a porção d’água mais salgada da Terra. É um grande lago Salgado que só tem entrada, mas nenhuma saída. Ele recebe as águas do Rio Jordão, e elas evaporam as ali mesmo. Por isso não existe qualquer vida dentro do lago ou nas suas margens. Nem Peixes, nem algas, nem plantas, nada. Daí o nome “Mar Morto”.
Por outro lado, o cristão vitorioso, feliz da vida, é crente tipo “Mar da Galiléia”. Esse lago, igual ao outro, recebe as águas do Rio Jordão. A diferença é que ele libera as águas do Rio Jordão, que escorrem para o deserto da Judéia. Por conta desse fluxo de entrada e saída, as águas do Mar da Galiléia são cheias de vida. Ele tem cerca de 22 espécies de peixes, muito verde, muito verde, e suas águas são doces e cheias de oxigênio.
Deus já nos regenerou com a capacidade de ajudar outras pessoas! Como o Mar da Galiléia, devemos produzir e espalhar vida ao nosso redor. Devemos receber e dar, liberar as águas vivas do nosso interior para abençoar a muita gente.
Acerca de cristãos vitoriosos e cheios da Graça de Deus, Paulo diz em Romanos 15.14: “E certo estou, meus irmãos, sim, eu mesmo, a vosso respeito, de que estais possuídos de bondade, cheios de todo o conhecimento, aptos para vos admoestardes uns aos outros. Liando pela ótica da Grande Comissão, Paulo ver esses cristãos como “sendo capazes de aconselhar-se uns aos outros”. Esta é uma atitude nobre de cristãos maduros e responsáveis.
Uma vez que você entregou sua vida para Jesus, o que é necessário para liberar essa capacitação? Como ser um modelo abençoado para o seus discípulos, motivando-os a crescer em graça, amor e serviço?
Primeiro, devemos buscar a Deus todos os dias, em oração, leitura da Bíblia e adoração (TSD). Segundo, devemos congregar fielmente no culto de celebração de final e semana e na célula. Terceiro, devemos ser fielmente discipulados e logo ser treinados para discipular outros!

Postar um comentário

0 Comentários