Como ser um grande membro de célula


Quando Brent entrou pela primeira vez na célula, ele estava uma bagunça. Ele estava com medo, nervoso e constrangido. Ele não estava acostumado a se comunicar com os outros e sentiu que tinha pouco a compartilhar. Durante os anos em que se sentou na igreja no domingo, ele ficou condicionado a sentar, a ouvir, a acenar com a cabeça, a falar com algumas pessoas após o culto da igreja e depois ir para casa.
Ele amava Jesus, mas tinha pouca comunidade e interação com os outros.
Na primeira vez que ele se juntou ao grupo, todos notaram sua hesitação. Mas eles o amavam, encorajavam-no e lhe diziam para relaxar e se divertir. Semanas e meses se passaram. Brent logo percebeu que ele estava em um bando de crentes de pensamento semelhante que o amavam e tinham os melhores interesses dele no coração. Ele podia ser transparente com eles sem se sentir julgado. O grupo o encorajou a participar e sua confiança cresceu. Logo ele estava liderando as diferentes partes da reunião do grupo e até mesmo a Palavra em si.
Tornou-se evidente que Brent tinha um dom de ensinar e muitas vezes o usava quando compartilhava. Brent até aprendeu a compartilhar sua fé quando o grupo foi à comunidade para orar com aqueles que tinham necessidades. Brent raramente perdia uma reunião e até mesmo chegava cedo. O grupo tornou-se uma segunda família para Brent e, em muitos aspectos, uma família mais íntima.
Brent tomou medidas específicas de crescimento espiritual e se tornou mais forte a cada passo do caminho.

Postar um comentário

0 Comentários