Relacionamento com seus discípulos e liderados


Precisamos valorizar aqueles que estão debaixo de nós. Eles devem ser amados, valorizados, cuidados e estimulados. Assim sendo, eles se sentirão motivados a trabalhar, produzir, frutificar, e se sentirão bem cuidados. Eles precisam sentir-se amados num nível mais pessoal, e assim darão respostas num nível pessoal e direto.
Discípulos e liderados bem motivados respondem melhor. As pessoas sabem a diferença entre ser valorizadas apenas pelo seu trabalho, sua produtividade, ou por quem elas realmente são. É claro que ovelhas bem cuidadas vão frutificar, produzir lã, leite e filhotes espontaneamente. Um rebanho bem alimentado produz com mais excelência. E é bem verdadeiro o distado popular: o que engorda a boiada é o olho de seu dono. Isto significa que pasto verde é bom, mas é preciso o olho, a presença, a atenção, o calor humano para que o gado cresça seguro e estável.
Um bom relacionamento vai estabelecer um padrão para a continuidade do processo, pois quando os discípulos são amados e bem cuidados, eles vão reproduzir o mesmo nas vidas de outros, e darão continuidade ao mesmo padrão de amor e cuidado, com ênfase na pessoa.
De novo, Jesus é o nosso modelo maior: “Um pouco antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que havia chegado o tempo em que deixaria este mundo e iria para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim” (João 13.1). Estamos amando os nossos discípulos e liderados com essa intensidade, até esse ponto?

Postar um comentário

1 Comentários

Emoji
(y)
:)
:(
hihi
:-)
:D
=D
:-d
;(
;-(
@-)
:P
:o
:>)
(o)
:p
(p)
:-s
(m)
8-)
:-t
:-b
b-(
:-#
=p~
x-)
(k)